quarta-feira, 24 de junho de 2015

Querido cartão de crédito

Querido cartão de crédito,

O problema não sou eu... És mesmo tu!
Então logo agora que começaram os saldos online, logo agora que tinha decidido usar e abusar de ti, decides deixar de colaborar? Sim, sim, já conheço a desculpa... Tentaram clonar-te e, por isso, tiveste que ser cancelado. Mas a desculpa não me pareceu muito convincente, sabes? Foi demasiada coincidência... Deixo-te sempre quieto no teu cantinho e estiveste sempre operacional, todo este tempo. Decides "ser clonado" exatamente no momento em que pego em ti e decido que vamos ser muito felizes juntos? Hmm... Se estavas com dúvidas já podias ter dito, querido cartão. Tiveste tanto tempo para deixar de funcionar... Tinha que ser logo na hora "H"?
Estou triste contigo, há que dizê-lo. Desapontaste-me. E agora vejo os artigos que tinha escolhido desaparecerem dos sites onde os namorava. Podias ter-me feito tão feliz, querido cartão. Mas decidiste ser somítico, não foi? Decidiste não me deixar gastar nem um centimozinho.
Vou continuar a sonhar com os saldos e esperar que cheguem às lojas. Aí, não serás tu que me irás impedir de gastar tudo o que me apetecer.
Adeus, querido cartão. Ah, vou trocar-te pelo teu irmão, o cartão de débito, já tinhas percebido?
Espero que sejas muito feliz, a envelhecer sozinho e sem uso na minha carteira. :P
Este macacão da HM (em vermelho) é um dos artigos que vai ter que esperar pelos saldos nas lojas...

2 comentários:

  1. Anónimo16:59

    Olá, pode sempre associar um mbnet (numa caixa multibanco) ao seu cartão de débito e ser muito feliz com ele.
    Uma mulher prevenida vale por duas!!

    Boas compras!!

    ResponderEliminar