segunda-feira, 14 de julho de 2014

O segundo método de emagrecimento mais infalível do mundo

Antes de mais, espero que não estejam a ler o texto ao engano: apesar do título do post poder soar a publicidade manhosa a um suplemento ou a um comprimido qualquer, não é disso que se trata. Trata-se, isso sim, do segundo método mais velho e infalível da história da Humanidade para fazer emagrecer uma mulher (a seguir ao primeiro método, que é um novo e louco amor), e que consiste simplesmente em chamar-lhe gorda, ou insinuar que está "cheiinha" ou com algum peso a mais. Esqueçam os livros de auto-ajuda, hipnotismo, consultas de nutrição, massagens, lipoaspirações ou comprimidos mil. Chamem gorda a uma mulher, ainda que sub-repticiamente, e a boca dela fechar-se-á a quaisquer doces e salgados enquanto se lembrar daquelas amargas palavras.

No meu caso, aconteceu ontem: eu tinha decidido comprar uma determinada cinta pós-parto, após falar com algumas recém-mães que me garantiram que era milagrosa e que trazia a cinturinha de vespa de volta num instante. Fui então a uma farmácia.
- Boa tarde, queria comprar aquela cinta, por favor.
- Para si deve ser o tamanho "M", certo?
- Hmm... Costumo usar o "S". É melhor ser o "S", não acha?
- Não me parece. A menina é.... (hesitação)... grande. Parece-me que o "M" será mais adequado para si.
- Pois, mas isso é agora, porque fui mãe recentemente e ainda estou mais cheiinha. Eu antes usava o "S"...
- Pois, mas sabe que o corpo não volta ao que era. Olhe para mim... (A senhora tinha umas senhoras ancas) Quando era nova, também usava o "S". Agora mesmo o "M" só entra com muito muito esforço. Sabe que a idade vai pesando e o corpo muda. Vamos engordando e não há volta a dar...
- Acredito... Mas eu preferia, mesmo assim, experimentar o "S", para confirmar se serve ou não, ok?
- Ok, menina. Vou encomendar o "S", porque não temos aqui na farmácia. Pode vir buscar na Quarta-feira? Mas olhe que não lhe vai servir, vai ver... (riso condescendente)
- Às tantas não serve mesmo, mas assim não fico a pensar nisso, ok? Experimento por via das dúvidas.
- Muito bem. Então fica encomendado. Até Quarta.

Por isso, raismepartam se até Quarta não fecho a boca a todas as porcarias. Nem que passe fome, mas aquele "S" há-de servir-me, nem que fique sem respirar a vesti-lo. E hei-de desfilar na farmácia com aquele "S" enfiado, nem que esteja roxa de suster o ar e encolher a barriga. Ou então não, e fico mal. Torçam por mim. ;)

16 comentários:

  1. Olá Pippa,
    Este assunto interessa-me... tive bebé à 1 mês e 11 dias e estou enorme.
    Que cinta é essa? Queres partilhar?
    Obrigada.
    Beijinhos sorridentes e felicidades!!! 😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lurba, falaram-me muito bem das cintas da marca Anita (ajustáveis e apertam por baixo) e emprestaram-me também uma faixa da Chicco que já experimentei, mas é um pouco dura. Esta cinta que fui tentar comprar, pelo que me explicaram, é das mais antigas e é uma espécie de meia elástica mais comprida, abrange uma maior área e não é ajustável, por isso é que há vários números. Não me lembro do nome da marca, mas Quarta posso dizer-te qual é e dar-te o feedback, se quiseres. beijinhos

      Eliminar
    2. Sim Pippa, quero muito!!! Até Quarta!!! Beijinhos

      Eliminar
  2. Anónimo15:46

    Boa sorte Pippa!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo15:57

    Mas afinal não embirras com a frase "fiquem a torcer por mim?"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se houvesse prémio para os leitores mais atentos, seria atribuído agora. Acho realmente a expressão cómica se levada à letra, é verdade, mas às vezes dou por mim a usá-la. No fundo, o que interessa é sermos "nós mesmos" ;)

      Eliminar
  4. Sara16:05

    Bolas, o que me pareceu foi que a senhora da farmácia foi um bocadinho mal educada...podia muito bem ter dito que talvez para esta altura pós-parto é mais usual usar um número acima por algum tempo. Há pessoas muito insensíveis...e se tivesses complexos com o peso?! Felizmente tiveste uma boa reacção :) espero que a cinta caiba e qur faças um belo "in your face" dessa mulher lol boa sorte!

    ResponderEliminar
  5. É a velhice pah, não perdoa 1 ano sequer :P
    Vais passar do "S" para o "M" que nem gente grande....xiiii....eu usei mesmo esta expressão? :P

    ResponderEliminar
  6. Anónimo16:44

    Olá! Nunca comentei o teu blogue, embora o acompanhe. Passei a acompanhar mais ainda desde o anúncio da tua gravidez, quase contemporânea da minha. Quando lia os teus testemunhos, revia-me um pouco nos mesmos, uma vez que estava grávida também, quase do mesmo tempo. Comento hoje porque (mesmo que me chamem obcecada e fútil, e admito-o) a preocupação com a recuperação do corpo sempre me acompanhou durante a gravidez. Na verdade, eu já era uma pessoa bastante preocupada com a forma física e, por isso, sempre fiz muito desporto e cuidei a alimentação. Nada me exasperava e entristecia mais, durante a gravidez, do que ouvir dizer que o corpo não mais seria igual. Bom... Tenho a dizer que:
    a) menos de uma semana depois do parto (de cesariana, que dizem que altera mais o corpo) vesti as minhas calças de ganga mais justas;
    b) quando olhei para a minha barriga, também nessa semana, ainda a medo, rasguei um sorriso de orelha a orelha. Ela estava igual!
    c) hoje, três meses depois de ter o meu filhinho (e nunca amamentei!), estou rigorosamente com o mesmo peso e as mesmas medidas de sempre;
    d) pensei que não me sentiria à vontade para me mostrar na praia este Verão e, afinal, já vesti biquíni várias vezes!
    Considero que, mais importante até do que aquilo que se faz para recuperar o corpo, é o que se fazia antes e o que se fez durante a gravidez. Também acho que os comentários do tipo "nunca mais voltamos a ser iguais" vêm quase sempre de pessoas que, infelizmente, nunca conseguiram porque, simplesmente, não tiveram os cuidados que deveriam ter tido se queriam manter-se como eram (ou então de pessoas que já não estava satisfeitas com o seu corpo e que, depois de terem um filho, passaram a ter o pretexto perfeito para isso: a gravidez, pois claro). O comentário da senhora da farmácia foi muito desagradável e desajustado. Força nisso! Rapidamente estarás como eras ou melhor ainda! ;)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo18:49

    Vou contar a minha historia!
    Engravidei com 79 kilos para 1,65 cm. Como podem calcular eu de magra não tinha nada! Sempre fui cheiinha.
    Durante a gravidez (quase 41 semanas) toda engordei 8 kilos! Mas tive bastante cuidado com o que comia. Fui mãe em Abril.
    Passado uma semana e meia ja vestia as minhas calças de ganga e toda a minha roupa. Confesso que não notei mt diferença no corpo como toda a gente me dizia. Tal como a anónima das 16:44 também foi cesariana e nunca amamentei. Apenas notei a minha barriga saliente, mas que com a ginástica pós parto, caminhadas e o regresso às corridas esta a diminuir. Mas penso que ainda vai levar tempo.

    Agora é começar a fazer dieta e intensificar o exercício físico para perder peso porque estou propriamente com um corpo de modelo .
    Sendo eu uma pessoa com tendência para engordar pesar aquilo que pesava para mim foi uma grande vitória!

    Tinha trauma em ser daquelas gravidas que engordam 30 kilos e passado 5 anos ainda dizem que estou a recuperar da gravidez!
    Penso que estou no bom caminho!!!!

    ResponderEliminar
  8. Vai conseguir, Pippa! Depois conte-nos a reacção da farmacêutica ao ter que engolir o que disse ;)

    ResponderEliminar
  9. Nada como as mulheres para desdenharem umas das outras...

    ResponderEliminar
  10. Nesse caso...não entres neste post: http://daspalavras.blogs.sapo.pt/receitas-em-poucas-letras-1-panquecas-6948 (não entres mesmo).
    Acabei de me portar que nem uma gorda.

    Tenho a certeza que vais conseguir. Ainda por cima uma mulher do exercício, como tu.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo21:41

    Olá! Como te entendo! As mulheres são mazinhas umas com as outras! Depois divulga a marca da cinta e a tua opinião sobre a mesma...preciso comprar uma e não me consigo decidir...beijinhos para as duas!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo00:52

    Olá, Pippa!!! Claro que vai voltar ao que era...ou até fique mais magra;) Depois da minha 1ªgravidez e quando parei de amamentar perdi cerca de 9kg...consegui ficar ainda mais magra do que antes. Agora estou a tentar não engordar...tive o meu filho há 1 mês e pouco e como estou a amamentar tenho uma fome de leoa!!! O meu objetivo é não engordar mas sei que mesmo que engorde se seguir a dieta da Dra. Mariana consigo perder todo o peso ganho. Vou ficar atenta às novidades da cinta;) Beijinhos,Cátia

    ResponderEliminar
  13. Bárbara13:44

    A cinta sempre serviu?? Após 2 dias de uso, como se sente?

    ResponderEliminar