quinta-feira, 21 de novembro de 2013

As inspirações vs a realidade

Enquanto me secava o cabelo, disse-me que ia sentir-me moderna e mais jovem. E que se tinha inspirado na Alexa Chung e na Freja Beha. Fui espreitar e encontrei isto:
E isto:
Dei por mim a sorrir: ia ficar engraçada, até, pensei do alto da minha modéstia.

Mas é o problema das inspirações: quando saí do cabeleireiro e me vi ao espelho, não encontrei o narizinho arrebitado da Freja. Nem os olhos verdes de gata da Alexa. Nem fiquei magra e com mais de 1,70m. Continuei eu. E em mim o cabelo não tem nada nada a ver com estas imagens. Fico só com ar de mulherzinha responsável. Nunca mais acredito nestas inspirações espetaculares! Eu sou eu, e sinceramente só fico bem com o cabelo mais comprido. À ciganita, sim. Sem ter nada a ver com as it girls maravilhosamente giras do momento. Nunca mais aprendo! Tenho que voltar as resoluções para este ano, que deixei aqui escritas para o meu eu do futuro e ficaram esquecidas...

6 comentários:

  1. Pode ser só uma questão de hábito digo eu... também já tive o cabelo enorme e quando cortei fez imensa confusão ver, mas olhando para trás, percebi que o cabelo enorme não me ficava tão bem quanto eu pensava.

    ResponderEliminar
  2. tenho a certeza que ficaste mesmo gira:)

    ResponderEliminar
  3. Confesso que não aprecio nada a Alexa, tem uma cara bastante feia ou magra, sei lá. E a franja não é, por completo, do meu agrado. Anyway, há 1 semana cortei o cabelo à minha filha mais velha, passou do meio das costas para acima das orelhas. Claro que não gostou, teenagers never do, mas resignou-se suspirando "é cabelo, cresce depressa".

    ResponderEliminar
  4. Anónimo10:19

    De certeza que está gira e com um ar mais leve e depois uma mulher grávida tem um brilho especial e irradia beleza;) Muitos Parabéns!!!E aproveito para dizer que adoro o que escreve!!!Beijinhos:) Cátia

    ResponderEliminar
  5. Quando vou ao cabeleireiro com uma foto do que quero, também fico sempre desiludida. Já desisti e agora prefiro dizer o que quero, sem foto, e aceitar as sugestões da cabeleireira. Juntas acabamos por chegar ao que eu gosto. E como não há foto para comparar... o resultado é sempre o melhor.
    Bjs

    http://oceanstocross.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Eu cá também nunca vou nessas conversas....por elas,é só inspirações....

    ResponderEliminar