quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Mamas*

Sim, é este o termo técnico - não são os poéticos "seios", o educado "peito", o literário "busto", o maternal "colo" ou ainda o prático "decote". A palavra utilizada na medicina é mesmo "mamas", certo?

Muitas discussões já tivemos sobre isto. Com a minha mãe e com ele. Eu sempre disse que adorava mamas generosas. Ele era mais de rabos. Eu mostrava à minha mãe fotos de mulheres lindas e explicava-lhe "este é o tamanho certo". Ela defendia-se dizendo que o que era demais era exagero. Saíamos à noite e eu picava-o "e aquela, não tem mamas óptimas"? E ele dizia "sim, claro, mas as tuas é que são perfeitas".

Ora, eu sou muito exaustiva nas minhas discussões. E raramente desisto de convencer o meu interlocutor de que tenho razão quando estou totalmente certa disso. A discussão só acaba quando me convencem do contrário (é possível, claro) ou quando venço por desistência de quem me ouve. É vitória por K.O. Neste caso, venci, sim. Mas terei vencido mesmo? Tanto o convenci da beleza dum belo decote preenchido que ele agora mudou os gostos e já me confessou que o fiz reparar mais nas mamas que nos rabos femininos. Quanto à minha mãe, já lhe saiu um "realmente não saíste muito a mim nesse campo", porque lhe saiu a sorte grande, diga-se de passagem. O meu pai não comenta o assunto. Percebo. Seria estranho um pai discutir o tema "mamas" com a filha, não?

Conclusão: ganhei esta discussão, mas não sinto o sabor da vitória. Pensem duas vezes antes de entrarem numa discussão deste tipo. É que muitas vezes ganhar é, afinal, perder. Principalmente se sentirem que esse não é o vosso melhor atributo, mas sim o anteriormente preferido. Ando há anos a tentar convencer estas três pessoas me rodeiam que fazer uma mamoplastia de aumento não é nada do outro mundo. Acho que finalmente os convenci. Aos pais e a ele. Segunda tenho a consulta. Vamos lá ver o que diz o médico.



*Não, este post não tem cariz sexual. Se era isso que procuravam, lamento desiludir.

4 comentários:

  1. Huuum este post podia mesmo ter sido escrito por mim. lol

    ResponderEliminar
  2. Olha que estou como ele. Também aprecio mais o rabo de uma mulher do que propriamente as mamas... :)

    ResponderEliminar
  3. Cada caso é um caso e não acho que uma mulher precisa de umas mamas grandes para ser mais bela ou sensual. Depende do corpo e das suas curvas. Mas, acima de qualquer opinião masculina está aquilo que sentes em relação ao teu corpo e isso é que deve ser o mais importante.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Lol... pois é, o tema mamas é muito peculiar, umas têm pequenas e querem grandes, outras têm grandes e queriam pequenas... Eu pessoalmente só vou dizer que não saio à minha mãe, com muita pena minha! :D

    ResponderEliminar