quarta-feira, 27 de março de 2013

Criei um monstro

Cheguei a casa. Entrei na sala, a disposição dos móveis estava alterada. De notar que ontem estivemos mais de três horas a alterar os móveis e a furar paredes, por isso não fazia sentido esta nova alteração.
Ele no sofá, a ver futebol e a sorrir-me, como quem está ansioso por partilhar algo.
- Notas alguma diferença na sala?
- Noto! O que fizeste?
- Reparei que a televisão não estava centrada na sala e cheguei o móvel para a esquerda.
(Atenção que eu é que costumo ser chamada de maníaca da simetria! Ele chateia-se por eu andar com a fita métrica e lápis atrás, a medir e a marcar tudo com cuidado - diz que sou demasiado perfeccionista e que temos que ser mais práticos.)
- Reparaste? Tu?
- Oh. Tu ontem comentaste isso e hoje não me conseguia concentrar a ver televisão, só reparava nisso.
Lindo. Lindo.
Estou orgulhosa do pequeno monstro da simetria que criei. Muito orgulhosa.
Vou ter com quem partilhar a minha fita métrica e lápis. Um orgulho, é o que é.

4 comentários:

  1. Se não os podes vencer, junta-te a eles! ;)

    ResponderEliminar
  2. Parabéns,não é fácil....

    ResponderEliminar
  3. Perdemos mais um para as malhas da decoração...

    Peço um minuto de silêncio pelo nosso irmão caído.

    ResponderEliminar
  4. Significa que foram mesmo feitos um para o outro!

    ResponderEliminar