sábado, 9 de março de 2013

Sou um monstro

Ontem fui a um concerto em que deram umas gerberas lindas à entrada por ser Dia da Mulher. Eu aceitei a minha e andava toda pirosa e feliz com a que me tinha calhado - uma gerbera cor-de-rosa gigante e muito perfeitinha. A meio do concerto, pousei-a e pus-me a pé.
Quando reparei, uma miúda que estava atrás de mim apoderou-se da minha flor linda e perfeita e deu-a à mãe. "Guarda-a", ouvi-a dizer, muito baixinho, talvez para eu não ouvir.
Pensei "para miúda, miúda e meia". Virei-me para trás, com o sorriso que consegui arranjar na altura e disse, simpaticamente: "olha que a flor é minha".
A miúda tinha três, ainda para mais!
Amuou e devolveu-ma logo.
Hoje contei, à hora de almoço, que tinha "lutado" contra uma criança e que me sentia um monstro. Pensei que iam todos insultar-me. Afinal, a resposta da minha mãe, com ar meio pensativo e introspectivo, foi de rir:
- As crianças são a melhor coisa do mundo... Mas nem todas. Algumas não são.
Depois, estávamos a falar do concerto e a minha mãe saiu-se com outra, com o mesmo ar pensativo, de quem nem se está a aperceber que está a verbalizar os pensamentos:
- Esse era desmontar a cara toda e distribuí-la outra vez.
Acho que a minha mãe não se apercebe da piada que tem. A sério que acho.

14 comentários:

  1. Sou uma leitora assídua do teu blog e adoro! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Sophie! :) Se tiveres sugestões, sou toda ouvidos.

      Eliminar
  2. que criança tão mal-educada.. eu fazia o mesmo que tu!

    ResponderEliminar
  3. há crianças muito mazinhas, acredita. Fizeste bem, a mãe é que agiu mal, se viu que a flor era tua!

    coisasquetaiseafins.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que a mãe nem se apercebeu. A miúda é que andava a coleccionar tudo o que via...

      Eliminar
  4. Anabela20:07

    hahah Não és nada!! como diz a minha avó "o seu a seu dono.." :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a tua avó diz muito bem. ;)

      Eliminar
  5. Anónimo21:22

    José Cid.??

    ResponderEliminar
  6. Grande atitude! Também detesto o conceito instituído de que se tem de fazer sempre as vontades todas às criancinhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que as crianças crescem é assim, com pessoas que as tratam como adultos... mas os pais nem sempre gostam. :/

      Eliminar
  7. O meu trabalho obriga-me a "conviver" com essas criancinhas bem de perto.

    ResponderEliminar