sexta-feira, 7 de junho de 2013

Michael J. Fox

Ontem à noite, enquanto víamos um documentário sobre o Michael J. Fox no Biography Channel, o percurso profissional dele (quem não viu e reviu mil vezes os Regressos ao Futuro, por exemplo?), a vida amorosa, a doença que o afectou e a forma como tem ultrapassado tudo, íamos comentando o que víamos. Dizia-lhe eu:
- Eu adorava o Michael J. Fox. No Regresso ao Futuro lembro-me de o achar o máximo, de achar espectacular vê-lo andar de skate e de adorar a maneira de ser despachada dele. Não achavas?
- É, ele era castiço.
- E tinha ar de ser mexido, não era? De ter imensa energia.
- Sim, e agora ainda é mais mexido. Olha lá.
Eu sei que é humor negro, mas saiu-lhe tão natural que não consegui deixar de me rir. De qualquer maneira, respeito imenso o actor, principalmente porque continua a entrar em séries (têm-no visto no The Good Wife? Ainda não vi, mas ouvi dizer que está muito bem) e não baixa os braços nunca. É realmente um exemplo.

(E - vá lá, sem moralismos - teve piada, não teve?)

4 comentários:

  1. É caso para usar um belo LOL. Foi muito boa!

    ResponderEliminar
  2. E na série do "Quem sai aos seus" ;)

    ResponderEliminar
  3. Anónimo18:15

    Isso sim, é humor :)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo08:12

    teve piada sim.

    ResponderEliminar