quarta-feira, 8 de maio de 2013

O que hei-de vestir hoje?

Gosto de roupa, como qualquer mulher. Sempre gostei. Adoro principalmente vestidos. Sempre foi assim. Aquela fase em que nos tornamos autênticas maria-rapaz e em que odiamos o cor-de-rosa e queremos usar apenas calças? Não me lembro de ter passado por isso.

A minha principal paixão sempre foram os vestidos, só queria vestidos. Cheguei ao ponto de fazer vestidos com sacos de plástico. Estão a ver as pegas dos sacos? Tornavam-se alças. Cortava a parte de baixo, enfiava os braços nas "alças", arranjava acessórios da minha mãe, sapatos, maquilhava-me, arranjava o cabelo. E desfilava pela casa, em modo teatral. Adorava moda. Ver revistas. Apreciar mulheres bem vestidas. E principalmente ver a minha mãe arranjar-se, todos os dias de manhã. Adorava vê-la colocar todos os cremes, pentear o cabelo, vestir-se, calçar-se, perfumar-se, maquilhar-se. Cresci a desenhar vestidos que sonhava um dia mandar fazer. E cheguei a desenhar e mandar fazer o vestido do baile de finalistas. Acho que até fez algum sucesso.

Sempre gostei de roupa. Talvez demasiado. E conciliando este gosto com o facto de o meu corpo estar praticamente igual há muitos anos, tenho constatado algo que não será novidade para a maioria das mulheres: tenho roupa a mais!! Abro o armário e por vezes encontro vestidos que nem me lembro que tinha. Calças escondidas. Blazers só vestidos uma vez. Ou sapatos que afinal nem eram confortáveis.

Por isso, disse a mim mesma: "chega"! Não digo que vá entrar numa dieta de compras à moda daquela que a minha Joana, do projecto The Shopping Diet, encetou (e com sucesso, posso confirmar!), mas percebi há algum tempo que tenho que comprar menos roupa. E tentar reutilizar mais aquela que já tenho. A comprar, serão básicos ou alguns pormenores (poucos) que marquem a estação. Este é o meu plano. Alguém está comigo?

10 comentários:

  1. Eu estou consigo, Pippa! Faz algum tempo que entrei nessa "dieta", mas... tenho dias em que a esqueço. Ontem foi o último!! Não volta a acontecer...prometo. Bjo

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que não tenho assim tanta roupa, embora o meu marido diga que sim -.- só porque eu ocupo mais espaço que ele no roupeiro. Mas, na verdade, acho sempre que preciso de roupa...

    le-laissez-faire.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Anónimo16:12

    Tenho aumentado e perdido e aumentado outra vez de peso, e tenho muita roupa de facto. Mas não me serve...
    A que me serve é pouca, mas como tenho esperança de perder peso, entrei na dieta das compras há mais de um ano.
    A crise, e o aumento dos impostos também ajudou, mas confesso que gostaria de encher o roupeiro com estas cores do verão: coral, verde, azul, amarelo... mas não vai dar. Por isso estou contigo!
    Bjs
    Carla Nunes

    ResponderEliminar
  4. Eu por acaso não tenho muita roupa porque a divido com a minha irmã, mas força nisso acho que fazes bem!

    ResponderEliminar
  5. Eu sou precisamente o contrário! Adoro moda mas no que toca a mim sou uma sentimentalista com a roupa! Não compro muita e quando compro fico feliz o dia inteiro. "Se pudesse comprava mais" penso, mas talvez pela educação que tive, sobretudo vinda da minha mãe, odeio desperdiçar: calças de ganga vão mesmo até ao ponto de parecer um pedinte, tenho casacos com anos e anos, vestidos que ainda me lembro do preço que dei por eles e nem tenho coragem de me desfazer, roupa do primeiro encontro com o namorado, roupa do primeiro beijo com o namorado, roupa com que terminei com o ex-namorado, roupa do primeiro dia de faculdade. Sim eu sou louca! Mas acabo sempre por associar os objetos aos momentos. Enfim, pode ser que um dia, se for rica, mude a maneira de olhar para as coisas:p

    ResponderEliminar
  6. Eu tenho um armário e uma cómoda, é toda a minha roupa. O meu marido tem mais roupa que eu, chamo-lhe gay vaidoso. Afinal de contas qual é o homem que tem mais de 35 camisas, 15 pares de calças, 20 cuecas, 20 meias e 15 sapatos? lolololol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o meu pai tem 52 polos (e nao usa nenhum)
      calças nao contei mas tmb sao seguramente duas dezenas, sapatos e q so tem 3 pares, pq prefere "Investir" dinheiro nisso em vez de comprar fracos

      Eliminar
  7. Este post podia ter sido escrito por mim!

    " Adorava moda. Ver revistas. Apreciar mulheres bem vestidas. E principalmente ver a minha mãe arranjar-se, todos os dias de manhã. Adorava vê-la colocar todos os cremes, pentear o cabelo, vestir-se, calçar-se, perfumar-se, maquilhar-se. Cresci a desenhar vestidos que sonhava um dia mandar fazer."

    é que é isso mesmo.
    A única diferença é que agora não tenho tanto tempo ou vontade de andar a ver roupa. E alguma vou dando porque já não tenho espaço no armário LOL

    ResponderEliminar
  8. Fazes muito bem em aproveitar o que se tem no armario e dar um descanso tambem à tua carteira. E em tempos de crise é como tu dizes: "reutilização"
    E já agora uma dica - aquela roupa que já nao gostas e nao queres usar, dá-a e faz alguém feliz. Eu ficaria =)

    ResponderEliminar
  9. Olá! Eu também estou nessa ctg...tenho imensa roupa, várias peças ainda com etiqueta, vestidos que nunca usei...já pensei várias vezes numa dieta de compras a sério mas para minha desgraça acabo sempre por comprar algo :S...ultimamente ando a "limpar" o armário e o que vale é que vou dando/vendendo algumas coisas e agora tenho mais espaço. Concordo ctg, temos que ser mais contidas e usar mais o que temos! bjs

    ResponderEliminar